Factoring

factoring
O Factoring surgiu no Brasil em 11 de fevereiro 1982, quando foi fundada, no Rio de Janeiro, a ANFAC (Associação Nacional das Sociedades de Fomento Mercantil – Factoring), entidade civil, sem fins lucrativos, de caráter privado e de âmbito nacional.
O factoring ou Fomento Mercantil é uma atividade legal e mundialmente consagrada, de prestação de serviços em base contínua, conjugada à aquisição ou compra de créditos, duplicatas ou cheques, resultantes de suas vendas mercantis ou de prestação de serviços realizadas a prazo. O resultado disso é o recebimento imediato desses créditos futuros, o que aumenta seu poder de negociação, por exemplo, nas compras à vista de matéria-prima, pois a empresa não se descapitaliza.
O mercado alvo principal para as empresas de factoring brasileiras tem sido as micro e as pequenas e médias empresas, em especial aquelas que têm um potencial de lucratividade, boa gestão e administradas com competência e ética. O Fomento Mercantil – Factoring nada tem a ver com empréstimos, financiamentos ou agiotagem, ou seja não é banco.
É um negócio sério e totalmente amparado pela legislação. Um valioso e interessante mecanismo de alavancagem dos negócios que desempenha um relevante papel sócio-econômico, de inestimável valor para a cadeia produtiva e essencial para a sobrevivência dos empreendedores deste país, pagam seus impostos (IR, CSLL, COFINS, PIS, INSS, CPMF e ISS) e contribuem para o incremento das atividades produtivas.